OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA
Estudante de Roraima ganha medalha de ouro na OBMEP
Repórter: | Edição: | Foto:

Todos os anos, centenas de estudantes de todo o Brasil participam da Obmep (Olímpiadas Brasileiras de Matemática das Escolas Públicas). E pelo primeiro ano, alunos de Roraima conquistaram medalhas de ouro. Ao todo, 73 estudantes obtiveram medalhas, sendoduas de ouro, duas de pratas e 69 debronze.

 

Das 245 escolas roraimenses que participaram em nível nacional, coube à Escola Estadual Tancredo Neves e à Escola de aplicação da UFRR,o mérito da conquista da medalha de ouro. As medalhas de pratas ficaramcom alunos do Colégio Militar Estadual Derly Vieira Borges e do IFRR (Instituto Federal de Roraima).

 

CONHECIMENTO QUE VALE OURO - Foi ainda nos primeiros anos de estudo que o aluno Paulo Ricardo Souza Rodrigues, de 19 anos, descobriu a paixão pela matemática.

 

“No terceiro período eu já gostava bastante de matemática e também sempre fui de ajudar os colegas a resolver as tarefas. Eu acordo pensando em matemática”, disse.

 

O gosto pelos números rendeu ao estudante uma medalha de ouro na 12ª edição da OBMEP.Eles participou da olimpíada pela primeira em 2009, quando cursava a 6ª série. No entanto, a primeira medalha veio somente do ano seguinte. “Ganhei medalha de bronze em 2010”, comentou.

 

Por conta disso, ele ganhou um curso e participação no Programa de Iniciação Científica (PIC). “Foi por causa da medalha de bronze que eu consegui a participação no programa e me ajudou muito”, ressaltou.

 

O estudante coleciona cinco medalhas na olimpíada, uma de ouro e quatro de bronze. “Duas foram pela escola Tancredo Neves e três pela escola Maria dos Prazeres Mota, onde terminei o terceiro ano”, lembrou o estudante.

 

Para Lauro Diaz, 13 anos,estudante do Colégio Militar Estadual CelDerly Luiz Vieira Borges eganhador de uma medalha de prata,a conquista foi uma honra. Ele disse que gosta tanto de matemática que uma das formas de se divertir é fazer cálculos. Brincadeira que já lhe rendeu a segunda medalha. “Na edição de 2015 ganhei bronze e agora prata”, comentou.

 

Escolas do Sul do Estado também participaram da competição e na Escola 1º de Maio na Vila Equador em Rorainópolis, o estudante Isaac de Vasconcelos, 12 anos, também se declarou um apaixonado pela matemática. “Passo umas duas horas por dia resolvendo estudando essa disciplina. Eu gosto muito”, declarou o aluno, que ganhouuma medalha pela primeira vez na OBMEP.

 

PREMIAÇÕES - A solenidade de entrega das premiações da 12ª edição da OBMEP, acontece dia 11 de agosto, às 14h30, no Auditório do CAF (Centro Amazônico de Fronteiras). Durante a cerimônia, professores também receberão diplomas de mérito e as escolas que se destacaram nas pontuações serão premiadas com troféus e kits esportivos e didáticos.

 

Segundo o coordenador Regional da OBMEP, Gilson Costa, as premiações que serão entregues esse ano são referente à edição de 2016, porém, a primeira fase da competição desse ano, já aconteceu.

 

“No dia 06 de junho ocorreu à primeira fase da OBMEP 2017 e a segunda fase está prevista para acontecer no dia 16 de setembro, envolvendo alunos de escolas federais, estaduais, municipais e particulares” esclareceu Costa.

 

Margarete Eliseu de Medeiros Sales, coordenadora da OBMEP na Secretaria de Estado da Educação e Desportos de Roraima, explica que na prova da primeira fase, os alunos precisam resolver 20 questões de múltipla escolha e na segunda, os classificados fazem uma prova com seis questões descritivas.

 

“Cabe a cada escola participante fazer a correção das provas dos níveis 1 (6º e 7º anos); 2 (8º e 9º anos) e 3 (ensino médio) com base em gabaritos enviados pela coordenação da OBMEP e selecionar cerca de 5% dos alunos com melhor pontuação”, destacou Margarete.

 

OBMEP - AOlimpíadavisa incentivar o ensino de matemática, descobrir talentos entre estudantes e estimular o ingresso deles na universidade e na área de pesquisas cientificas e tecnológicas, para melhoria da qualidade da educação.

 

Gilson ressalta a importância dos órgãos públicos darem atenção especial para esse tipo de competição. “Estamos ampliando o envolvimento dos gestores. Pequenas atitudes que podem estimular os alunos a buscarem desempenhos maiores a cada ano”, finalizou.

Pesquisa

Noticias
10/08/2017 - 17:28 | Notícias
OLIMPÍADA DE MATEMÁTICA
Noticias
10/08/2017 - 17:26 | Notícias
REDE ESTADUAL
Noticias
10/08/2017 - 09:14 | Notícias
EDUCAÇÃO
Noticias
08/08/2017 - 12:30 | Notícias
ESCOLAS PÚBLICAS
Noticias
07/08/2017 - 09:16 | Notícias
JOVENS E ADULTOS
 Notícias